Show Buttons
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Share On Pinterest
Contact us
Hide Buttons

Dados do setor

Dados do setor

Dados da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom) indicam que as agências de comunicação corporativa passam por um momento favorável. Em 2012, faturaram R$ 2,34 bilhões, contra cerca de R$ 2 bilhões em 2011 – um crescimento de 17%. Confira as publicações da Abracom neste link.

Em todo o Brasil, há aproximadamente 800 agências, que empregam mais de 14 mil profissionais com formação superior em áreas como Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade, Economia, Administração, Direito, Psicologia, Sociologia entre outras, dentro de uma perspectiva de atendimento multidisciplinar para as necessidades dos clientes. Deste universo de 14 mil profissionais nas agências, 56% são jornalistas, 17% relações-públicas e 27% das outras áreas ou formações.

Das 800 agências mapeadas, 356 (44,5%) estão filiadas à Abracom e respondem por 80% do faturamento do mercado. Os serviços mais demandados são Relações com a mídia (35% do faturamento), Treinamento em comunicação (8%), Comunicação interna (7%) e comunicação nas redes sociais (7%).

A FSB é a maior agência de comunicação do Brasil, conforme o ranking do Anuário Brasileiro de Comunicação Corporativa, com um faturamento de R$ 164,3 milhões. É a agência brasileira melhor colocada no ranking internacional World PR Report da The Holmes Report, ocupando o mesmo 22° lugar de 2012, com U$ 77 milhões de faturamento, na conversão para a moeda norte-americana.

World PR Report

No World PR Report, ranking das maiores agências de relações públicas do mundo, abrangendo corporações de 37 países. A líder mundial foi novamente a Edelman, que faturou em 2013 U$ 746,6 milhões, crescendo 12,2% sobre 2012. Entre as dez primeiras do ranking, apenas três não são americanas: a francesa MSLGroup, a chinesa BlueFocus/Blue Digital, que aparece pela primeira vez no ranking, e a inglesa Brunswick.

As filiais brasileiras das agências multinacionais não entram no ranking, tendo em vista que os resultados dessas estão incluídos nos números gerais das respectivas holdings, caso de Edelman, MSLGroup, Burson-Marsteller, S2Publicom (integrante do Interpublic Group, dono de Weber Shandwick e GolinHarris), Ogilvy PR e Jeffrey Group, todos com receitas para figurar entre as 250 maiores agências do mundo.

As grandes ausências brasileiras do World PR Report são CDN e In Press, que com os respectivos faturamentos de R$ 84 milhões e R$ 80 milhões, estariam entre as 50 maiores do mundo. Com isso, a 2ª melhor brasileira classificada é o Grupo Máquina PR (4° lugar no Brasil), que ficou em 54° lugar com faturamento de U$ 27,4 milhões (crescimento de 10,3%).

Os Estados Unidos são o maior mercado de relações públicas do mundo, como pode se observar pelos números apontados pelo World PR Report. Além de ter sete das dez maiores do mundo, os americanos têm 98 entre as 250 ranqueadas pela publicação. O segundo maior mercado é o Reino Unido, com 50 agências classificadas, vindo a seguir Alemanha (24), França (9) e Espanha (7). O Brasil é o sexto maior mercado no mundo, empatado com a Rússia, com 6 agências entre as 250 ranqueadas pela publicação.

Perfil do comunicador nas organizações

A Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) realizou em 2013 a pesquisa “Perfil do Profissional de Comunicação nas Organizações“. Foram entrevistados 1.085 profissionais. O perfil prevalente do profissional participante do estudo é do gênero feminino (72% da amostra), com idade entre 26 e 30 anos (26%), solteira (46%), sem filhos (66%) e trabalhando no estado de São Paulo (51%).

É formada em jornalismo (52%, frente a 24% relações-públicas), com pós-graduação em nível de especialização/MBA (55%), tendo realizado os cursos em universidades particulares. Comunica-se também no idioma inglês (79%).

Atua na área de Comunicação por um tempo compreendido entre 4 e 7 anos e, atualmente, trabalha em empresa privada nacional com até 500 funcionários, do segmento de serviços, com ênfase em agência de comunicação, onde está por um período entre 1 e 3 anos, sob contratação pelo regime da CLT. Ocupa, atualmente, cargo em nível de analista e tem remuneração mensal entre R$ 1.500,00 e R$ 5.000,00.

Enquete

Qual deve ser o foco principal da ABRP-SP perante a comunidade de profissionais, professores e estudantes de Relações Públicas?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Parceiros

Youtube

Pinterest